posts recentes

Feist no Royal Albert Hal...

Boris é o mais divertido ...

100 anos de Ian Fleming n...

Britânicos relembram ataq...

Ver passar os barcos

Goth Rock regressa ao pal...

Londres festeja cultura d...

Ricardo Afonso...um genuí...

Greve nos Oscars, nova es...

...

arquivo

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Correio

e-mail
Sábado, 11 de Agosto de 2007

Luto por um dos grandes da música britânica

Foi ele quem começou a legendária editora musical  Factory Records, o nome por detrás dos não menos legendários Joy Division , New Order e até dos Happy Mondays - bandas que vieram mudar para sempre a realidade musical britânica. Ontem, o Reino Unido entrou num luto profundo por Tony Wilson, que morreu de câncro , aos 57 anos.  Baptizado Mr. Manchester , Wilson começou a sua carreira como repórter de televisão para um canal regional de Manchester. Depois de se especializar na área de cultura, tornou-se num dos principais apresentadores da Granada TV. Foi nessa altura que o ainda jovem Tony Wilson viu tocar ao vivo a banda punk Sex Pistols. A experiência viria mudar para sempre a sua vida. Wilson decidiu começar uma nova carreira fundando a editora Factory Records e mais tarde a discoteca Hacienda, em Manchester . Apesar de conquistar uma enorme popularidade entre com ambos os negócios, Wilson nunca fez fortuna com os negócios, defendendo sempre que as suas bandas deveriam ter controlo sobre a música que criavam. Wilson é, no entanto, visto um visionário no mundo da música e por muitos considerado o pai da cena musical de Manchester, bem como da música electrónica dos anos 80, que em Manchester teve origem na Hacienda.

por JN às 12:37
link do post | comentar | favorito
|

Pesquisar no blog

 

Maio 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds