posts recentes

Feist no Royal Albert Hal...

Boris é o mais divertido ...

100 anos de Ian Fleming n...

Britânicos relembram ataq...

Ver passar os barcos

Goth Rock regressa ao pal...

Londres festeja cultura d...

Ricardo Afonso...um genuí...

Greve nos Oscars, nova es...

...

arquivo

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Correio

e-mail
Sexta-feira, 30 de Março de 2007

Vinhos portugueses à conquista do mercado britânico na 10ª prova anual organizada pelo Icep / ViniPo

 

Mais uma conquista para o mercado vinícola português no Reino Unido foi a 10ª edição da Prova Anual dos Vinhos Portugueses que, este ano, teve lugar no Estádio de Cricket , Lords , em Londres.
Com mais dez por cento de marcas do que no ano anterior, o evento organizado pelo Icep em colaboração com a ViniPortugal é o maior do género jamais realizado com vinhos portugueses no Reino Unido.
Representando todas as regiões do país, bem como as diferentes castas e variedades de vinho produzidas em Portugal, o Portuguese Wine Tasting ” tem, como objectivo apresentar Portugal enquanto país de produção vinícola aos estrangeiros.
“É um trabalho difícil mas apaixonante porque os nossos vinhos têm vindo a ganhar posição, têm melhorado em termos de qualidade, têm ganho uma percepção junto do consumidor de que são vinhos bons e isso é gratificante para o nosso trabalho”, explicou o coordenador do Icep em Londres, António Silva. 
Com mais de oitenta produtores presentes, o evento abriu pela primeira vez as suas portas ao público através dos clubes de vinhos, uma medida vista pelo presidente da ViniPortugal , Vasco d’Avillez , como essencial para a futura promoção de Portugal no mercado.  “A prova em si não deverá crescer muito mais do que isto porque não há muito mais agentes económicos a quem valha a pena vir. O que eu vejo é um dia nós termos os mesmo produtores a trabalharem oito horas com o público e duas com os importadores porque, nessa altura o mercado profissional já terá conhecimento sobre o vinho português”, afirmou.
Outra novidade na edição deste ano foi a criação de uma prova na capital escocesa que se realizou na passada quinta-feira. É uma tentativa de diversificar e de não ficarmos limitados a Londres. “Já foram feitas provas na Escócia mas não com a dimensão deste ano, afirmou o António Silva.

por JN às 12:25
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 21 de Março de 2007

E depois de A Rainha...Thatcher

Após o enorme sucesso do filme "A Rainha" que valeu a Helen Mirren o Óscar de Melhor Actriz principal, parecia inevitável fazer um tributo semelhante à outra grande figura feminina da história contemporânea do Reino Unido: Margaret Thatcher . E não demorou até que tal produção fosse anunciada pela mesma produtora que tornou possível  a criação de "A Rainha". Numa co-produção com a BBC e com o produtor independente Damien Jones , a Pathe anunciou ontem o filme sobre Thatcher que irá focar a sua atenção numa das grandes vitórias da ex-primeiro-ministro britânica: A guerra das Malvinas em 1982.  Embora a produtora tenha anunciado que o projecto ainda se encontra numa fase muito inicial não tendo ainda sido apontado o realizador, sabe-se que será Brian Fillis quem irá desenvolver o guião baseado num pré-guião desenvolvido por Fillis e Jones .

Antes a Guerra as Malvinas, Thatcher era uma figura extremamente impopular entre os britânicos e previa-se que os seus dias à frente do governo estariam contados. No entanto, a sua resistência e as suas estratégias durante a guerra contra a Argentina vieram alterar por completo a imagem daquela que passaria então a ser conhecida como a "Mulher de Ferro".  Resta agora saber quem irá representar Thatcher .

por JN às 13:24
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 18 de Março de 2007

Concerto surpresa marca regresso dos James

Eis uma das delícias de viver na capital britânica. Sair à noite pode ser, e normalmente é, uma constante surpresa. Este fim-de-semana a surpresa foi particularmente especial para o público do Hoxton Bar, no Este londrino. Depois de seis anos fora dos palcos, os James fizeram uma primeira aparição secreta antes de arrancarem na sua nova "tour" pelo Reino Unido. Tim Booth , acompanhado de Saul Davies , Mark Hunter , David Baynton-Power , Larry Gott e Jim Glennie,  apareceu perante uma audiência de cerca de 250 pessoas, naquele que foi definido por Davies como um último "ensaio". Para ensaio, no entanto , a banda pareceu extremamente alinhada levando o público ao êxtase em momentos como "Getting away with it all messed up )" ou "Sometimes ". Os seis membros da banda, que recentemente anunciou o seu regresso, ofereceram ainda algum material novo juntamente com temas que remontam ao início da década de noventa, pouco depois da formação dos James . Os seis elementos, que nos últimos anos se têm mantido em contacto com o mundo da música e até do cinema (Booth representou um pequeno papel em "Batman Begins"), provaram que ainda estão aí para ficar com uma performance informal  mas impressionante que deixou água na boca a todos os presentes. Os James estão de regresso no mês de Abril para seis concertos em território britânico e a sua presença já foi confirmada em vários festivais de verão.

por JN às 16:17
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Março de 2007

Take That no West End

Foram a primeira grande  Boys Band " do mundo alimentando os sonhos de milhares de adolescentes por todo o mundo durante mais de uma década. Agora, não só os rapazes - hoje trintões - estão de volta aos tops, como são também o tema para um novo musical no West End Londrino. O show, chamado Never Forget ", baseia-se na história da banda para relatar um sucesso da Boys Band " que lançou Robbie Williams e Gary Barlow e inclui  exitos como Back for Good ", "Babe" ou Pray ". O espectáculo irá subir a palcos em Londres, Manchester e Cardiff a partir de Agosto mas a banda deixou bem claro que este não é projecto Take That . "A banda gostaria de anunciar categoricamente que esta produção está a ser levada a cabo sem o seu envolvimento ou conhecimento", afirma um depoimento publicado no site oficial dos Take That . De qualquer forma, com ou sem o seu apoio, os bilhetes para o musical  Never Forget " encontram-se já à venda a partir de hoje. Segundo a BBC, os produtores licenciaram a musica antes do reaparecimento e recente sucesso da banda. A produção é de Tristan Baker e é apresentada como um espectáculo sobre comédia, amor, amizade, ambição e traição.  "Nós somos os maiores fãs da música dos Take That e estamos extremamente entusiasmados com a oportunidade de trabalhar com o fantástico catálogo do seu trabalho. Cardiff será a primeira cidade a ver Never Forget ", seguindo-se Glasgow, Manchester , Stoke-on-Trent , Edimburgo e por fim Londres.

 

Sábado, 10 de Março de 2007

Regresso dos The Police com lotação esgotada

Sting e os seus amigos regressam este verão aos palcos europeus. Com quatro datas marcadas para actuações nos Reino Unido, o trio esgotou 120 mil bilhetes em poucas horas. A torné foi anunciada a 12 de Fevereiro após oa The Police regressarem aos palcos pela primeira vez em 23 anos durante a cerimónia de entrega dos Grammy's . Entre 29 de Agosto e 10 de Outubro, os autores de clássicos como Roxanne " ou Message in a Bottle " passarão por 15 estádios europeus, com novas datas estão ainda a ser anunciadas. No Reino Unido, passarão por Manchester , Birmingham , Cardiff e Londres com casa cheia nas quatro cidades. Os primeiros bilhetes a esgotarem foram os de Manchester e Brimingham que, em apenas meia hora, foram todos vendidos. Para o espectáculo de Londres bastou apenas uma hora para que os fãns comprassem todas as entradas e Cardiff esgotou passado poucas horas mostrando que, mesmo depois de mais de duas décadas de ausência, os The Police continuam a ser uma das bandas mais queridas pelos ingleses.

por JN às 13:40
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 6 de Março de 2007

"Novo" fado em noites portuguesas de Londres

Tem apenas 20 anos mas a sua atitude deixa transparecer uma maturidade que caracteriza também a sua voz. Jonas Lopes é a mais recente revelação musical portuguesa na capital britânica e, em apenas seis meses a viver na cidade, o seu nome já correu a comunidade portuguesa e está a conquistar o coração dos ingleses em noites de Fado promovidas pelo restaurante português Tugga . "A ideia das noites de Fado surgiu pela voz do Jonas que veio ter comigo. Eu ouvi a voz dele e aceitei imediatamente a proposta", explica Luís Monção, sócio e gerente do restaurante de Kings Road . As noites trazem casa cheia ao restaurante e o projecto tem como objectivo criar o hábito entre os portugueses residentes em Londres e os Londrinos em geral. Jonas, no entanto, tem já outros planos. "As coisas têm acontecido muito rapidamente, comecei a cantar há pouco mais de um ano mas tem havido um enorme interesse", conta o jovem fadista que pensa gravar em breve o seu primeiro álbum. " A ideia é gravar em Portugal mas trazer o álbum para Londres para espalhar um pouco mais o Fado entre os ingleses".  

por JN às 22:44
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 5 de Março de 2007

Limusinas criadas por "Top Gear" levam vedetas aos "Brit Awards"

São os mais importantes prémios da indústria musical britânica mas tal facto não foi suficiente para desencorajar os apresentadores do programa de maior sucesso da BBC, o Top Gear. No último programa da mais recente série, Jeremy Clarkson , Richard Hammond e James May decidiram nem mais nem menos do que criar as suas próprias limusinas a partir de carros em segunda (ou terceira) mão para, nelas, poderem transportar três estrelas do pop/rock até à gala de distribuição dos Brits ". As escolhas não foram as mais óbvias. Enquanto que Hammond optou por transformar um MG numa limusina descapotável...uma escolha pouco prática para a cinzenta Londres.. May fundiu um Rover a um Saab criando assim um carro com uma particularidade única: pode ser conduzido pelos dois extremos. Clarkson por seu lado escolheu um Fiat Panda que, unido à parte central de um barco de canal, atingiu um comprimento ilegal nas estradas britânicas. Os três veículos saíram pela primeira vez à rua há cerca de duas semanas, surpreendendo a capital britânica e os convidados que se encontravam à porte de Earls Court para a cerimónia de entrega de prémios. O MG de Hammond foi o primeiro a chegar, seguido de meia limusina conduzida por Clakson (que, entretanto, deixou a parte de trás do seu invento algures nas ruas de Londres). May nunca chegou ao destino mas duas limusinas foram suficientes para impressionar a capital inglesa e o mundo da brit-pop .

por JN às 01:08
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 2 de Março de 2007

Prémios NME celebram "Indie Rock"

Os grandes nomes da música britânica dirigiram-se ontem para Hammersmith - a zona no Oeste de Londres não tem um grande historial no mundo da música mas está-se rapidamente a transformar  num must play " para os maiores artistas e espectáculos. Ontem a desculpa foi a gala anual de prémios NME , no Hammersmith Palais . Entre os irmãos Gallagher e Robbie Williams , que ontem passou pela zona teve com certeza a oportunidade de ver de tudo um pouco dentro dos mundos da música, moda e televisão. A noite visa premiar os melhores actos e grupos do ano e ontem, o grande vencedor foi o Indie Rock" pelas mãos dos Muse e dos Klaxons que venceram os prémios para Melhor Banda Britânica e Melhor Banda Nova, respectivamente. Os Kasabian arrecadaram o galhardete para Melhor Banda ao Vivo e, até o prémio para Melhor Banda Internacional seguiu o mesmo rumo ao ser atribuído aos norte-americanos My Chemical Romance. Robbie Williams , que até agora, estava habituado a vencer os prémios como O Melhor Álbum do Ano - este ano entregue ao Artic Monkeys - desta vez teve que se contentar com o prémio oposto ao ver Rudebox apontado como o Pior Álbum do Ano. E enquanto que George Bush  foi galardoado com o título de Vilão do Ano - mas não compareceu à cerimónia para receber pessoalmente o seu prémio - Kate Moss foi apontada como a Mais Sexy mas acabou por ser convidada a abandonar a cerimónia porque o seu namorado e vocalista dos Babyshambles não foi capaz de se manter sóbrio durante algumas horas.  
por JN às 17:13
link do post | comentar | favorito
|

Pesquisar no blog

 

Maio 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds