posts recentes

Feist no Royal Albert Hal...

Boris é o mais divertido ...

100 anos de Ian Fleming n...

Britânicos relembram ataq...

Ver passar os barcos

Goth Rock regressa ao pal...

Londres festeja cultura d...

Ricardo Afonso...um genuí...

Greve nos Oscars, nova es...

...

arquivo

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Correio

e-mail
Sexta-feira, 31 de Agosto de 2007

10 anos depois...Diana recebe tributo

Completou-se hoje uma década desde a morte da princesa Diana. O trágico acidente que levou chocou o mundo deixou uma marca na vida da princesa que os seus dois filhos parecem querer apagar. Num comovente discurso durante a cerimónia religiosa comemorativa dos dez anos da morte de Diana, o mais novo dos seus filhos,  Harry , descreveu a sua mãe como uma mulher "carinhosa, generosa e cheia de compaixão." Pela primeira vez, e a falar também  em nome do seu irmão e herdeiro do trono William , o príncipe falou do sofrimento causado pela súbita morte da mãe. "Nós podemos dividir a vida em duas partes, os tempos em tivemos a felicidade de ter ao nosso lado a presença física do nosso pai e da nossa mãe, e os últimos dez anos, desde a sua morte. Até então nós tomávamos por garantida a sua felicidade de viver, a sua alegria e as suas gargalhadas, hoje sentimos a sua falta e pensamos nela todos os dias", afirmou o príncipe perante mais de 500 convidados. Entre as ausências esteve Camila Parker Bowles que, embora tenha sido convidada pelos dois príncipes, acabou por se distanciar da cerimónia. O tributo, organizado por William e Harry surge quase dois meses depois do "Concerto por Diana, organizado também pelos dois jovens monarcas e que teve lugar no estádio de Wembley . O dia de hoje foi também marcado noutras partes do país com celebrações em Manchester , Aberdeen e Cardiff, entre outros locais. Ainda em Londres, o pai do   Dodi , Mohamed Al Fayed realizou dois minutos de silêncio no Harrods , do qual é proprietário, como tributo ao seu filho e à princesa.

Quarta-feira, 22 de Agosto de 2007

Stones desafiam lei e fumam em Palco

Mesmo depois de se tornar proibido fumar em espaços fechados no Reino Unido, os Rolling Stones não abdicam de um cigarro enquanto estão em palco. Durante o concerto de ontem na arena O2 , em Londres, Keith Richards and Ronnie Wood acenderam cada um cigarro tal como é seu hábito durante os concertos da banda. Mas, desta vez, os dois guitarristas foram repreendidos pelo município local que alertou para os Rolling Stones para a possibilidade de serem multados caso o delito volte a ser comido. Mas fontes afirmam que a banda continuará a fumar porque acender um cigarro faz parte do espectáculo dos Stones . "O Ronnie e o Keith fumam em palco há pelo menos três décadas e não irão deixar de o fazer. Claro que vão acender um cigarro, é o que eles fazem", afirmou uma fonte ao jornal The Times . Mas, com dois espectáculos pela frente, um amanhã outro no Domingo, responsáveis da arena O2 começam a preocupar-se com as consequências das acções dos Stones perante a ameaça de terem que pagar uma multa de 2500 libras por infringirem as novas regras que entraram em vigor no passado dia 1 de Julho.

 

Sábado, 11 de Agosto de 2007

Luto por um dos grandes da música britânica

Foi ele quem começou a legendária editora musical  Factory Records, o nome por detrás dos não menos legendários Joy Division , New Order e até dos Happy Mondays - bandas que vieram mudar para sempre a realidade musical britânica. Ontem, o Reino Unido entrou num luto profundo por Tony Wilson, que morreu de câncro , aos 57 anos.  Baptizado Mr. Manchester , Wilson começou a sua carreira como repórter de televisão para um canal regional de Manchester. Depois de se especializar na área de cultura, tornou-se num dos principais apresentadores da Granada TV. Foi nessa altura que o ainda jovem Tony Wilson viu tocar ao vivo a banda punk Sex Pistols. A experiência viria mudar para sempre a sua vida. Wilson decidiu começar uma nova carreira fundando a editora Factory Records e mais tarde a discoteca Hacienda, em Manchester . Apesar de conquistar uma enorme popularidade entre com ambos os negócios, Wilson nunca fez fortuna com os negócios, defendendo sempre que as suas bandas deveriam ter controlo sobre a música que criavam. Wilson é, no entanto, visto um visionário no mundo da música e por muitos considerado o pai da cena musical de Manchester, bem como da música electrónica dos anos 80, que em Manchester teve origem na Hacienda.

por JN às 12:37
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Agosto de 2007

O Vinho - Paula Rego inspira-se em João de Melo para novo trabalho

Oito novas litografias da artista portuguesa residente em Londres, estarão à disposição do público londrino a partir de 7 de Setembro. Paula Rego, que é considerada uma das mais relevantes artistas "britânicas" contemporâneas , inspirou o seu novo trabalho numa pequena história do novelista português João de Melo, onde o vinho representa um papel central, não como diversão mas antes como um reencontro com a vida. O resultado é uma série de litografias nas quais um empregado de escritório revela os segredos do vinho que iluminam uma vida de outra forma monótona. A exposição, levada a cabo pela galeria Marlborough Fine Art , coincide com o lançamento de um livro de histórias de João de Melo com ilustração e tradução da pintora. A publicação será a primeira do escritor na língua inglesa.


Pesquisar no blog

 

Maio 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds