posts recentes

Feist no Royal Albert Hal...

Boris é o mais divertido ...

100 anos de Ian Fleming n...

Britânicos relembram ataq...

Ver passar os barcos

Goth Rock regressa ao pal...

Londres festeja cultura d...

Ricardo Afonso...um genuí...

Greve nos Oscars, nova es...

...

arquivo

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Correio

e-mail
Terça-feira, 25 de Setembro de 2007

Atlantic Waves apresenta cartaz para 2007

Mais um ano, mais uma edição de Atlantic Waves . O festival de música portuguesa organizado pela Fundação Calouste Gulbenkian, vem mais uma vez animar a capital inglesa antes da época natalícia. O mês de Novembro foi o escolhido na edição deste ano, que se concentra em 11 intensos dias de Fado, guitarra e música electrónica. Entre as divas do mais popular estilo português encontram-se Maria da Fé, que se estreia em Londres, Mafalda Arnauth e Joana Amendoeira, que sobem ao palco do Queen Elizabeth Hall logo no dia 1. Seguem-se os guitarristas António Chaínho , Custódio Castelo e Ricardo Parreiro que animam a noite de 2 de Novembro na St . Giles Cripplegate . Três noites seguidas na discoteca Cargo trazem até aos ingleses estilos musicais que poucos pensam existir em Portugal. Do Soundclash ao Ghettotrash , a organização do festival traz um pouco de tudo e para todos, continuando a destacar-se como a grande promotora da música nacional no estrangeiro. Nomes grandes como Mariza ou Maria João e Mário Laginha, este últimos que participaram na edição do ano passado, dão desta vez lugar a novos artistas que tentam impor-se na cena musical internacional. Nove estreias no Reino Unido, uma estreia europeia e três estreias mundiais são bem reveladoras disso mesmo. A encerrar o festival, uma noite de Grain of Sound " traz João Silva e Manuel Mota entre Richard Chartier Terre Thaemlitz e Tim Hecker , entre outros até ao Ica .

Terça-feira, 18 de Setembro de 2007

30 anos de Sex Pistols celebrados com concerto

Novembro de 1977. A cena cultural de Londres estava ao rubro. Acabara de nascer um novo movimento musical e cultural, o Punk  Rock que, enquanto chocava uns atraía outros. Os responsáveis eram um grupo de jovens de Shepherds Bush mais conhecidos por Sex Pistols .O nome continua a ser tão poderoso hoje como o era há trinta anos atrás, talvez mais! Embora a banda de Sid Vicious apenas tenha gravado um álbum, Never Mind the Bollocks ", a fama dos meninos Punk espalhou-se pelo mundo e os Sex Pistols atingiram o estatuto de legenda. Três décadas depois, e sem o principal e mais carismático elemento - Sid que morreu tragicamente em 1978 e que teria completado 50 anos em Maio - Johnny ,  Steve e Paul juntar-se-ão para um concerto comemorativo. O espectáculo, que consta de uma noite apenas na Academia de Brixton , sul de Londres, foi hoje anunciado pela banda à revista NME e celebra os trinta anos desde a edição de "Never mind the Bollocks". Os bilhetes estarão à venda a partir de 21 de Setembro e a data do concerto é 8 de Novembro. Juntamente com o concerto, o single God Save The Queen " será reeditado em vinil e mp3 numa tentativa de levar o tema até ao topo das tabelas.

Pesquisar no blog

 

Maio 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds