posts recentes

Feist no Royal Albert Hal...

Boris é o mais divertido ...

100 anos de Ian Fleming n...

Britânicos relembram ataq...

Ver passar os barcos

Goth Rock regressa ao pal...

Londres festeja cultura d...

Ricardo Afonso...um genuí...

Greve nos Oscars, nova es...

...

arquivo

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Correio

e-mail
Segunda-feira, 8 de Janeiro de 2007

Menu No.5 - uma coreografia portuguesa em Londres

Mais um exemplo da forte actividade artística dos portugueses em Londres é Pedro Pires. O jovem de 30 anos abandonou a física para se dedicar já tardiamente à dança...mas a idade não é um problema para o bailarino e coreógrafo de 31 anos que apresenta no próximo dia 18 o seu primeiro trabalho profissional. Pedro chegou a Londres há apenas 2 anos para estudar dança mas a capital britânica é apenas o mais recente ponto de paragem na carreira do português que, durante os últimos dez anos, tem andado à procura de um estilo ao qual conseguisse adaptar os seus interesses. Antes disso, a dança estava  longe do seu pensamento. Pedro era um homem das matemáticas e físicas, não deixando adivinhar nunca o seu potencial artístico. Foi no Porto, enquanto estudava física, que Pedro descobriu o teatro e a dança e decidiu partiu à descoberta do seu talento. passou por Évora, Lisboa, Madrid e finalmente Londres onde actualmente reside mas "não por muito tempo. O próximo destino é Amesterdão ", garante. Mas, para já, Pedro tem um projecto em que se concentrar. "Menu No.5 " é uma coreografia que debate o tratamento dos animais na linha de produção alimentar e a sua apresentação faz parte do festival Revolution ! organizado pelo teatro The Place " - um dos mais importantes promotores de dança da Europa. Paralelamente à coreografia, Pedro Pires apresenta ainda uma exposição fotográfica sobre o mesmo tema e que, segundo o autor, "serve como um prelúdio para a coreografia". Para já, a peça terá apenas uma apresentação no "The Place" mas o português tem já planos de levar a sua coreografia a Portugal.

por JN às 14:06
link do post | comentar | favorito
|

Pesquisar no blog

 

Maio 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds